A simplicidade e a poesia de “La Délicatesse”

 

"(…) foi no coração de todas essas Nathalies, que eu resolvi me esconder…".

 

O longa-metragem francês “La Délicatesse” (A delicadeza do Amor, França, 2011), dos irmãos David Foenkinos e Stéphane Foenkinos, é como o próprio título diz: delicado.

Poético, sensível e singelo, o filme consegue cativar o público mesmo com um enredo simples. Mostra o amor desprovido de artimanhas e nos leva a percorrer os caminhos que Markus (François Damiens) segue para tentar conquistar o coração de Natalie (Audrey Tautou), tendo Paris como cenário romântico.

Outro detalhe interessante é a referência que os diretores fazem em relação ao ambiente de trabalho da série Mad Man, que pode ser observado nas roupas dos funcionários ao chefe atrevido de Natalie.

Confira o trailer:

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Publicitária, blogueira, produtora e cineasta. É cofundadora do EntreLinha Blog, do Coletivo PAUSA e da websérie "Uma Pausa para o Café...", além de colunista do Design & Chimarrão.