Big Litlle Lies: as mulheres em foco

A envolvente e intrigante minissérie da HBO, “Big Litlle Lies” (2017), dirigida por Jean-Marc Vallée, é baseada no bestseller de mesmo título da escritora australiana Liane Moriarty. Um dos pontos a chamar-me atenção foi por ter mulheres fortes como protagonistas.

“Big Litlle Lies” se passa numa pacífica comunidade no sul da Califórnia rodeado por uma paisagem espetacular, mas, no entanto, nem tudo é o que parece ser. Logo no início, nos deparamos com um assassinato misterioso e brutal que ocorre numa festa, nada fica muito claro.

Ao mesmo tempo em que acompanhamos o cotidiano das protagonistas, as mães, interpretadas pelas atrizes Reese Witherspoon (Madeline Mackenzie), Nicole Kidman (Celeste Wright) e Shailene Woodley (Jane Chapman), corre paralelo a investigação do crime, apresentado ao espectador apenas os interrogatórios das testemunhas.

Madeline é uma mulher carismática, respeitada, divertida, forte, passional, casada, e desse relacionamento tem Chloe. No entanto, carrega consigo um grande ressentimento por seu ex-marido, Nathan, agora casado com Bonnie, a qual a madrasta conquistou a filha Abigail, que vê nela um exemplo de mulher que deseja seguir, não o da mãe.

Celeste, grande amiga de Madeline, é muito misteriosa, casada com um homem sexy e mais jovem, interpretado por Alexander Skarsgård, deixou a carreira de advogada para se dedicar ao marido e aos gêmeos. Ambas conhecem Jane no primeiro dia de aula dos filhos, jovem recém chegada à cidade (parece fugir de algo e não costuma criar raízes por onde passa), mãe solteira, pertence a outro nível social, possui um passado misterioso e sombrio, e o filho Ziggy, deixa todos inquietos.

Conforme os episódios de “Big Litlle Lies” avançam, vemos as crises íntimas, competição, mentiras, conflitos conjugais das personagens, que são muito bem construídos e articulados. Nota-se no enredo uma antipatia entre mães que se dedicam apenas a família e as que trabalham fora, que também vão gerando atritos entre essas mulheres. É uma série que coloca as mulheres em foco numa trama de personagens complexas que realmente surpreende.

Vencedora de oito troféus no Emmy 2017, maior premiação da TV norte-americana, como Melhor Direção em uma minissérie ou filme (Jean-Marc Vallée), Melhor Elenco em uma minissérie ou filme, Melhor Atriz em uma minissérie ou filme (Nicole Kidman), Melhor Ator em uma minissérie ou filme (Alexander Skarsgard), Melhor Atriz Coadjuvante em uma minissérie ou filme (Laura Dern), Melhor Supervisão Musical e Melhor Figurino Contemporâneo.

A série está disponível para assinantes HBO nos serviços on demand do canal. Vale muito a pena conferir ou até mesmo revê-la.

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Comunicóloga, escritora, cineasta e cofundadora do EntreLinha. É amante das artes, da literatura e cinéfila.