Cinema Novo – A Aventura da Criação

O documentário “Cinema Novo”, do diretor Eryk Rocha, vencedor do prêmio L'Oeil d'Or (O Olho Dourado, em tradução livre), como Melhor Documentário na premiação paralela do Festival de Cannes 2016, é um filme nos leva a um mergulho por um período muito rico do cinema brasileiro.

O Cinema Novo, que despontou na década de 60, influenciado pelo neorrealismo italiano e pela Nouvelle Vague, ganha uma linguagem cinematográfica própria nas mãos de Glauber Rocha, que também propõe um rompimento dos padrões cinematográficos estrangeiros, porém, com um cinema autenticamente nacional. 

Cena do filme "Deus e o Diabo na Terra do Sol" (1964), Glauber Rocha

As produções tratavam de temáticas relevantes para a cultura, procurando enfatizar a tensão entre a situação do povo brasileiro no período (tendo como pano de fundo a ditadura), que migravam para os grandes fugindo da fome e miséria, e a técnica industrial do cinema. 

Segundo Glauber Rocha, em seu artigo “O Cinema Novo 62”, eles queriam “fazer filmes antiindustriais; queremos fazer filmes de autor, quando o cineasta passa a ser um artista comprometido com os grandes problemas de seu tempo; queremos filmes de combate na hora do combate e filmes para construir no  Brasil um patrimônio cultural. E com o lema “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça”, os jovens cineastas do Cinema Novo traziam para os filmes a realidade brasileira.

Cena do filme "Vidas Secas" (1963), do diretor Nelson Pereira dos Santos, baseado no livro de mesmo título do escritor Graciliano Ramos

O diretor Eryk Rocha, novamente desdobrar-se sobre as memórias do cinemanovista brasileiro, que culmina na série titulada de “Cinema Novo – A Aventura da Criação”. Composta por seis episódios com duração de meia hora cada, a série traz um olhar mais íntimo e depoimentos de cineastas fundamentais, como Leon Hirszman, Orlando Senna, Nelson Pereira dos Santos, Paulo César Saraceni e ainda resgata a importância de grandes nomes, tais como, Mauro Peixoto, Humberto Mauro, Mauro Peixoto, Alberto Cavalcanti.  

“Cinema Novo – A Aventura da Criação” está disponível na íntegra para assinantes no serviço de streaming do Canal Brasil na Globosat Play. É uma ótima oportunidade de conhecer mais sobre a história do cinema brasileiro. Recomendo. 

 

*imagem capa: cena do filme "Arraial do Cabo" (1959), dos diretores Mario Carneiro  e Paulo César Seraceni

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Publicitária, blogueira, produtora e cineasta. É cofundadora do EntreLinha Blog, Coletivo PAUSA e da websérie "Uma Pausa para o Café...", além de colunista do Design & Chimarrão.