Flip-se: Euclides da Cunha, o homenageado da 17ª edição

A 17ª Flip (Festa Literária Internacional de Paraty), que inicia-se hoje, 10/07, e segue até 14/07, tem como curadora do evento a editora Fernanda Diamant e o homenageado da edição é o escritor e jornalista Euclides da Cunha (1886 – 1909).

"Os Sertões", uma das suas principais obras, pode ser considerado um dos primeiros clássicos de não ficção da literatura brasileira, ao mesclar "jornalismo, geografia, filosofia, teorias sociais e científicas". Segundo Fernanda, a obra, além de mudar "o entendimento que se tinha sobre o interior do país e do homem sertanejo", "faz críticas morais, políticas e sociais altamente pertinentes no Brasil de hoje". Além disso, "mostra a transformação existencial de um homem que entra em contato com a relaidade desconhecida e precisa reorganizar seus valores".

 

 

A ligação de Euclides da Cunha com o jornalismo, "compõe também um elo importante com a Festa Literária, que sempre teve uma conexão forte com o jornalismo e a literatura de não ficção, gênero que tem trazido obras de grande valor cultural e intelectual. É essa conexão entre o território e a literatura que nos permite inovar todos os anos, mantendo-nos conectados às novas demandas culturais, artísticas e intelectuais do país, como o próprio autor ao seu tempo", afirme o arquiteto Mauro Munhoz, responsável pela direção geral e artistica do Programa Principal

O evento abre com a presença da crítica literária e pesquisadora Walnice Nogueira Galvão, autora da edição crítica de "Os Sertões", e outros livros, sendo doze deles dedicados a Euclides da Cunha, além disso, conta com a participação da curadora e de Mauro Munhoz.

A programação segue com a presença de autores importantes da contemporaneidade, nacionais e internacionais, como Kristen Raupenian, Kalaf Epalongo, Marilene Felinto, Gael Gaye, José Miguel Wisnik, Sheila Heti, Ayelet Gundar-Goshen, mais um anono com forte presença feminina.  

 

Confira a programação principal do evento literário
 
Quinta-feira, 11 de julho
19h | mesa 6 | Serra Grande
com Maureen Bisilliat
 
Sexta-feira, 12 de julho
10h |  mesa 8 | Zé Kleber/Cumbe
com Marcelo D’Salete e Marcela Cananéa
 
Flip Slam
22h
com Edyoung Lennon, Joelle Taylor, Pieta Poeta, Porsha Olayiwola, Raquel Lima e Salva Soler
apresentação: Roberta Estrela D’Alva e Núcleo Bartolomeu de Depoimentos
 
Sábado, 13 de julho
10h30 | mesa 14 | Cansanção
com Marilene Felinto
 
Programa Educativo
Quinta-feira, 11 de julho
Mediação de leitura acessível e inclusiva
11h | Biblioteca Comunitária Casa Azul
com Carla Mauch, Guacyara Labonia e Danilo Santos
 
Sexta-feira, 12 de julho
Mediação de leitura acessível e inclusiva
9h | Central Flipinha
com Carla Mauch, Guacyara Labonia e Danilo Santos
 
A Mais Diferenças também estará presente nos Pés de Livro, na Praça da Matriz, exibindo livros audiovisuais com recursos de acessibilidade.

 

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Comunicóloga, escritora, cineasta e cofundadora do EntreLinha e Coletivo Pausa. É cinéfila, amante das artes e da literatura.

Posted Under
Sem categoria