Hoje eu (não) quero voltar sozinho

 

João amava Teresa que amava Raimundo 
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili 
que não amava ninguém. 
João foi para o Estados Unidos, Teresa para o convento, 
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia, 
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes 
que não tinha entrado na história.

(Quadrilha – Carlos Drummond de Andrade)

Antes mesmo do lançamento do longa “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho”, dirigido pelo cineasta  e roteirista Daniel Ribeiro, já tinha me interessado pelo filme. Mesmo sabendo da existência do curta (“Hoje Não Quero Voltar Sozinho”), preferi não assisti-lo antes para não interferir meu olhar sobre o filme.

“Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” narra à história de Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego, que tenta lidar com a superproteção da família, a busca por independência e a descoberta de sua sexualidade.

Hoje-Eu-Quero-Voltar-Sozinho-2

O longa-metragem brinca com a ideia do poema “Quadrilha”, de Carlos Drummond de Andrade – presente no primeiro volume lírico do poeta modernista – que abre a matéria. Há uma série de desencontros amorosos entre as personagens.

O filme é composto pela mesma equipe técnica e atores principais – Ghilherme Lobo (Leo), Tess Amorin (Gi) e Fabio Audi (Gabriel) – do curta, mas a versão exibida nas telonas do cinema tem o foco ampliado. Além de abordar a descoberta e a construção da sexualidade do protagonista, o cineasta também procurou explorar relação do personagem Leo, jovem cego vivido por Ghilherme Lobo, com o mundo que o cerca.

Embora trate sobre a homossexualidade, temática que ainda gera polêmica na sociedade, o filme não retrata o enfrentamento ou conflitos intensos. Não é essa a proposta. “Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” não é um filme sobre aceitação, mas sobre o amor.

A simplicidade, a sensibilidade de como é abordado o tema, a construção da narrativa e o cuidado do diretor com os elementos estéticos do filme embalada por bela trilha sonora, cria um envolvimento do espectador com a história.

Confira a trilha sonora selecionada para o filme:

“Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” vem conquistando o público de várias partes do mundo, e traz em sua bagagem inúmeros prêmios como Melhor filme – Jaw Law Award – Honolulu Rainbow Film Festival 2014, Melhor roteiro do Skip City International D-Cinema Festival 2014, Prêmio de Melhor Filme – Teddy Awards – 64 Berlinale, entre outros. Veja a lista completa aqui.

Para quem ainda não assistiu, eu recomendo que veja o curta e o longa-metragem. Um filme sobre o amor.

Confira o trailer:

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Publicitária, blogueira, produtora e cineasta. É cofundadora do EntreLinha Blog, Coletivo PAUSA e da websérie "Uma Pausa para o Café...", além de colunista do Design & Chimarrão.