“Os Ciclonautas”: o autor e sua obra

 

Durante três anos viajando num ônibus fretado a São Paulo para dar aula, o artista plástico egípcio e livre-docente do Instituto de Artes da Unicamp Ernesto G. Boccara aproveitou esses momentos de idas e vindas para escrever um livro.

Titulado “Os Ciclonautas – Jogro e os doze kríakos”, primeira ficção publicada pelo Boccara, aborda sobre o amadurecimento do ser humano tendo como elementos fundamentais nesta busca pelo equilíbrio e conhecimento: a bicicleta e o ciclismo. Por meio da metáfora da pedalada e da bicicleta, as personagens se direcionam para a própria evolução.

Com maestria, o autor percorre entre a filosofia ocidental e oriental, além de revisitar suas próprias pinturas visionárias, que servem de cenário para história. “Os Ciclonautas” carrega consigo um mistério e para que seja revelado o leitor precisa ser destemido e mergulhar no desconhecido.

Obras expostas na Biblioteca Central da Unicamp

WP_20150304_12_35_29_Pro

WP_20150304_12_35_13_Pro

O livro conta com o projeto gráfico de Vinicius Appolari, artista visual, ilustrador, proprietário do Estúdio Desígnio em Araras e mestrando em Artes Visuais na Unicamp.

Numa entrevista que fiz com o Vinicius, que também tive a oportunidade de conhecer esse talentoso profissional em uma das disciplinas do Boccara, mencionou que essa parceria surgiu alguns meses após cursar a disciplina “Psicologia Junguiana e Semiótica” que, como conclusão, entregou um paper e uma pintura digital com viés surrealista.

 “A parte mais complicada da produção foi o fato de ser uma capa pra um livro de artista plástico, então, eu já esperava sugestões e alterações rigorosas e meticulosas, e de fato foi assim até a obra estar finalizada. (…) fiz diversos esboços com cenas dinâmicas, com perspectiva, ação e etc., mas ele queria algo mais simples no quesito composição, então sugeri a imagem de um ciclista de perfil."

1380379_223970191105102_554739462_n

"O processo de acabamento se iniciou com a pesquisa de diversas referências visuais de ciclistas e bicicletas. Comecei a pintura digital usando o software Adobe Photoshop CS4. Troquei diversos e-mails com o Boccara, apresentando as etapas da produção da pintura digital. Todos os e-mails tinham respostas positivas, porém também continham sugestões e ideias, boa parte aproveitada”, mencionou Vinicius.

Para quem é amante de História em Quadrinhos, prepara-se. Segundo Vinicius, “Os Ciclonautas – Jogro e os doze kríakos” ganhará uma versão em HQ. “No momento estou fazendo o storyboard, conversando com o Boccara sobre os recortes que haverá no texto original. Estou bastante confiante que essa HQ terá um apelo visual muito forte, a história dos ciclonautas tem um conteúdo imagético riquíssimo, e a narrativa dessa aventura espiritual será trabalhada com carinho”, afirmou o artista visual. Enquanto isso, no resta aguardar mais essa novidade. Para confirir outros os trabalhos incríveis do Vinicius é só clicar aqui.  

WP_20150304_11_43_36_Pro

Além de conferir de perto o lançamento “Os Ciclonautas – Jogro e os doze kríakos”, que aconteceu no dia 4 de março, na Unicamp, também prestigiamos a bela performance “Manifesto a Todos os Ciclonautas do Mundo” – texto que faz parte do livro -, realizado pelo pesquisador e Prof. Dr. Ronaldo Marin da Unicamp, físico, ator e diretor do centro de pesquisas Cena IV – Shakespeare Cia.

Fica aqui o meu convite para você conhecer tanto o livro quanto as belíssimas obras de Ernesto G. Boccara (clique aqui). 

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Publicitária, blogueira, produtora e cineasta. É cofundadora do EntreLinha Blog, do Coletivo PAUSA e da websérie "Uma Pausa para o Café...", além de colunista do Design & Chimarrão.