Oscar 2018: as mulheres destacam-se nas categorias técnicas

O Oscar 2018, até o momento, está sendo uma grata surpresa. As mulheres finalmente começaram a ter um destaque na premiação dominada pelos homens, elas também brilham atrás das câmeras, só que os holofotes não chegavam até essas profissionais. Mas, aos poucos, os passos estão sendo dado, nada mais justo que valorizá-las.

Um dos destaques é a cineasta e roteirista Dee Ress, do longa-metragem “Mudbound: Lágrimas Sobre Mississipi”, baseado livremente no livro da escritora Hillary Jordan, que foi indicada na categoria Roteiro Adaptado. O que assusta é isso ocorre após 90 anos de Oscar (isso mesmo que leu), isso não quer dizer nunca existiu, mas, muito pelo contrário. Além disso, há uma mulher indicada na categoria Direção de Fotografia, Rachel Morrison, também pela mesma produção cinematográfica. 

Em Roteiro Original, as mulheres indicadas foram Emily V. Gordon (“Doentes de Amor”, de Michael Showalter), a diretora/atriz/roteirista Greta Gerwing (“Lady Bird”) e Vanessa Taylor, por “A Forma da Água”. Já na edição, Tatiana S. Riegel é a única mulher concorrendo à estatueta por “Eu, Tonya”, dirigido pelo cineasta Graig Gillespie.

Confira, a seguir, a lista completa dos indicados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas nas categorias técnicas:

 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

“Artista do Desastre” (Scott Neustadter e Michael H. Weber)

“Me Chame pelo seu Nome” (James Ivory)

“A Grande Jogada” (Aaron Sorkin)

“Logan” (Scott Frank, James Mangold e Michael Green)

“Mudbound” (Virgil Williams and Dee Rees)

 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

“Lady Bird: É hora de voar” (Greta Gerwig)

“Doentes de Amor” (Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani)

“Corra!” (Jordan Peele)

“A Forma da Água” (Guilermo Del Toro)

“Três Anúncios para um Crime” (Martin McDonagh)

 

MELHOR FOTOGRAFIA

“Blade Runner 2049” (Roger Deakins)

O Destino de uma Nação” (Bruno Delbonnel)

“Dunkirk” (Hoyte van Hoytema)

“Mudbound” (Rachel Morrison)

“A Forma da Água” (Dan Laustsen)

 

MELHOR CANÇÃO

“Remenber me” (“Viva – A vida é uma festa”)

“Mighty river” (Mudbound)

Mystery of love (“Call me by your Name”)

“Stand up for something” (“Marshall”)

“This is me” (“O Rei do Show”)

 

MELHOR FIGURINO

“A Bela e a Fera”

“O Destino de uma Nação”

“Trama Fantasma”

“A Forma da Água”

“Victória e Abdul”

 

MELHOR EDIÇÃO

“Em ritmo de fuga”

“Dunkirk”

“Eu, Tonya”

“A Forma da Água”

“Três Anúncios para um Crime”

 

MELHOR MIXAGEM DE SOM

“Star Wars: Os últimos Jedi”

“Em Ritmo de Fuga”

“Blade Runner 2049”

“Dunkirk”

“A Forma da Água”

 

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

“Em Ritmo de Fuga”

“Blade Runner 2049”

“Dunkirk”

“A Forma da Água”

“Star Wars: The Last Jedi”

 

MELHOR TRILHA SONORA

“Dunkirk”

“Trama Fantasma”

“A Forma da Água”

“Star Wars: Os Últimos Jedi”

“Três Anúncios para um Crime”

 

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

“Blade Runner 2049”

“A Bela e a Fera”

“O Destino de uma Nação”

“Dunkirk”

“A Forma da Água”

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Comunicóloga, escritora e cineasta. Amante das artes, cinéfila e cofundadora do EntreLinha.