Sense8

Em julho de 2015, a Netflix lançou pelo serviço de streaming a série de ficção científica Sense8, escrita e dirigida pelas irmãs Wachowsky (trilogia Matrix) e J. Michael Straczynski, traz uma proposta bem interessante.

A série conta narra a história de 8 personagens distintos: Sun Bak (Doona Bae), executiva e lutadora de Kickboxe que vive em Seul, na Coréia do Sul; Capheus "Van Damme" (Aml Ameen), um motorista de van em Nairóbi, no Quênia; Tuppence Middleton como a DJ islandesa Riley Blue que mora em Londres; Lito Rodriguez (Miguel Ángel Silvestre), um ator mexicano que vive um romance escondido com Hernando (Alfonso Herrera), a indiana Kala Dandekar (Tina Desai), cientista farmacêutica de Mumbai; Wolfgang Bogdanow (Max Riemelt) um ladrão de cofres alemão, e Naomi Marks, interpretada pela atriz transgênero Jamie Clayton, hacker e ativista que luta em prol dos direitos LGBT na cidade de São Francisco, nos EUA, que descobrem estarem conectados uns aos outros; gradualmente, passam a partilhar sentidos, emoções, experiências sexuais e conhecimentos.

No entanto, mas isso ocorre a partir do momento que uma mulher misteriosa, interpretada pela atriz (Kill Bill), comete suicídio e “ativa” algo nessas 8 personagens essa conexão, desencadeando a trama. A personagem de Naveen Andrews (da série Lost), o Jonas, que apresenta um controle maior dessa sensibilidade, costura a história.

A primeira temporada, composta por 12 episódios, dialoga com temas universais e apresenta momentos catárticos. Vemos nessa série de ficção científica, além de mentes conectadas e ativismo LGBT, o multiculturalismo e, principalmente, as relações humanas. É nesse ponto que Sense8 é ousada, consegue estabelecer um nível de empatia com o espectador e personagens, além de transmitir uma reflexão em relação aos relacionamentos interpessoais na contemporaneidade Daryl Hannah

Após uma longa espera (algo que pecaram, pois é uma situação que deixa qualquer fã frustrado), no dia 23 de dezembro, o Netflix lançou na plataforma um episódio inédito da série titulado “Sense8: A Christmas Special”, com duração de duras horas. Sim, uma boa jogada de marketing.

Neste episódio, centra-se mais nas transformações recentes que ocorrem na vida das personagens, e, inclusive,  já conferimos o novo ator que passa a interpretar a personagem Capheus “Van Damme”, o americano Toby Onwumere. Para quem não está a par, Aml Ameen deixa a série, mas as circunstâncias exatas não ficaram bem claras. Confesso que estranhei um pouco a mudança.

A direção precisa das irmãs Watchowski e o roteiro, às vezes pouco trabalhado, e com uma narrativa cativante e dinâmica, lembrando o trabalho desenvolvido no filme “A Viagem” (Cloud Atlas, título original), de 2012, das cineastas em parceria com Tom Tykwer, tanto no quesito montagem conectando as personagens na trama como o arrojo técnica. 

A segunda temporada estreou no dia 5 de maio de 2017. Já estávamos ansiosos, veja algumas imagens divulgadas pela Lana Wachowski dos novos episódios e, em breve, tem crítica da nova temparada por aqui.

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Publicitária, blogueira, produtora e cineasta. É cofundadora do EntreLinha Blog, do Coletivo PAUSA e da websérie "Uma Pausa para o Café...", além de colunista do Design & Chimarrão.

Posted Under
Sem categoria