Instituto CPFL Campinas exibe grandes clássicos do cinema americano

Quem acompanhou e/ou participou do Cine CPFL de Campinas, ao longo do ano, pode conferir filmes selecionados a dedo, um deleite aos cinéfilos e amantes da Sétima Arte. Para encerrar o ano, o Instituto CPFL exibirá os grandes Clássico do Cinema Americano. É isso mesmo, são títulos inesquecíveis, que vale a pena conferir.

As sessões são gratuitas e acontecem, a partir do dia 1º de dezembro, às quintas e sextas-feiras, sempre às 19h. Veja a programação completa e uma ótima sessão.

 

Grande Hotel (1932), Edmund Goulding

Data/Hora: 01/12 (quinta-feira) às 19h

Faixa Indicativa: 14 anos

Sinopse: Um grupo de indivíduo, muito diferente entre si, se hospeda num hotel de luxo em Berlim, na Alemanha. Cada qual precisa lidar com dilemas próprios e aparentemente paralelos, se encontram e são forçados a interagir a despeito de suas diferenças.

 

Uma Noite da Ópera (1935), Sam Wood

Data/Hora: 02/12 (sexta-feira) às 19h

Faixa Indicativa: 14 anos

Sinopse: Um esperto agente de negócios e dois amigos malucos tentam ajudar dois cantores de ópera a alcançar o sucesso. Eles não são bem aceitos como tenores, e os três irmãos Marx vão tentar eliminar o concorrente através de muitas palhaçadas e brincadeiras, bem típicas do grupo.

 

 

… E o Vento Levou (1939), Victor fleming

Data/Hora: 08/12 (quinta-feira) às 19h

Faixa Indicativa: 14 anos

Sinopse: Tendo como pano de fundo a guerra civil americana, o filme narra a história de Scarlet O’hara, interpretada pela Vivien Leigh, uma garota caprichosa que se apaixona pelo jovem Ashley Wilkes (Leslie Howard) e não é correspondida. Quando ele se casa com sua prima, movida pela mágoa, aceita se casar com o irmão de Melanie, antes que dele ir para guerra. Em uma época em que a guerra destruía fortunas, cenários e famílias, Scarlat, com o intuito atingir seus objetivos, acaba se envolvendo com Rett Butler (Clark Gable), um charmoso aventureiro, numa a relação de amor e ódio.

 

O Falcão Maltês (1941), John Huston

Data/Hora: 09/12 (sexta-feira) às 19h

Faixa Indicativa: 14 anos

Sinopse: Um detetive fica diante do mais incrível caso de sua carreira após uma linda mulher entrar na sua vida em busca da irmã perdida. “O Falcão Maltes” é considerado o primeiro do gênero film noir.

 

 

Casablanca (1942), de Michael Curtiz

Data/Hora: 14/12 (quinta-feira) às 19h

Faixa Indicativa: 14 anos

Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos fugitivos tentavam escapar dos nazistas por uma rota que passava pela cidade de Casablanca. O exilado americano Rick Blaine, vivido pelo ator Humphrey Bogart, encontra refúgio na cidade, dirigindo uma das principais casas noturnas da região. Clandestinamente, tentando despistar o Capitão Renault (Claude Rains), ele ajuda refugiados, possibilitando que eles fujam para os Estados Unidos. Quando um casal pede sua ajuda para deixar o país, ele reencontra uma grande paixão do passado, Ilsa, interpretada pela atriz Ingrid Bergman.

 

 

Pacto Sinistro (1951), de Alfred Hitchcock

Data/Hora: 16/12 (sexta-feira) às 19h

Faixa Indicativa: 14anos

Sinopse: O filme conta a história de dois homens que se conhecem num trem e combinam uma “troca de assassinatos”, onde um mataria a pessoa de que o outro desejava se livrar. No entanto, um deles leva a sério o pacto.

 

Cantando na Chuva (1952), de Gene Kelly e Stanley Donen

Data/Hora: 22/12 (quinta-feira) às 19h

Faixa Indicativa: 14 anos 

Sinopse: Durante a passagem do cinema mudo para o sonoro, Don Lockwood (Kelly) se apaixona pela cantora Kathy Selden (Debbie Reynolds) escolhida para dublar a voz da estrela Lina Lamont (Jean Hagen). O musical é um retrato dessa transição e o impacto que causou na vida e na obra dos astros mais famosos da chamada época de ouro de hollywood.

 

Gato em Teto de Zinco Quente (1958), de Richard Brooks

Data/Hora: 23/12 (sexta-feira) às 19h 

Faixa Indicativa: 14 anos

Sinopse: O filme é baseado na peça de tennessee Williams, o filme narra a história de uma família do sul dos EUA, em que um rico proprietário de terras tem um câncer incurável e, na celebração de seu aniversário, é visitado pelos dois filhos, sendo que um deles é um ex-astro de futebol americano alcoólatra que vive um casamento infeliz com Maggie (Elizabeth Taylor). Um retrato da decadência da sociedade sulista.  

 

Erica Ribeiro

Erica Ribeiro

Comunicóloga, escritora, cineasta e também jardineira. É cofundadora do Coletivo Pausa, cofundadora/editora-chefe do EntreLinha, uma cinéfila incorrigível, amante das artes e da literatura.